Integração Cultural Interestadual homenageia Fundação Vingt-un Rosado

Aconteceu entre os dias 15 e 18 de junho nas cidades de Fortaleza (CE) e Mossoró (RN), O evento “Integração Cultural Interestadual”, com ações voltadas para a integração e o intercâmbio entre os amantes da Literatura, das Artes e da Cultura.

O evento proporcionou meios para o intercâmbio do Nordeste com o Brasil e mundo. Além da divulgação dos participantes de forma livre e sem fronteiras. Levou os organizadores a criarem os projetos: Coletânea Literária Integração Cultural Interestadual e o Catálogo de Artes IntegrArte.

Artista plástica do Rio de Janeiro, Maria Araújo,  doa quadro "País é Mossoró", de sua autoria, à Fundação Vingt-un Rosado
Artista plástica do Rio de Janeiro, Maria Araújo, doa quadro “País é Mossoró”, de sua autoria, à Fundação Vingt-un Rosado

Foram paucos dos eventos a Academia Cearense de Letras (ACL), e o Auditório da Estação das Artes Eliseu Ventania receberá as atividades de Mossoró.

Em Fortaleza, a Mesa Diretora foi presidida pelo Dr. José Augusto Bezerra – Presidente da Academia Cearense de Letras, que proferirá também palestra.

Além das palestras, aconteceram várias atividades culturais, como a apresentação da Banda de Música do Corpo de Bombeiro da Polícia Militar do Ceará, performances artísticas e musicais, recital, roda poética e o lançamento das Antologias: Coletânea Integração Cultural Interestadual (feita especialmente para o evento), Coletânea Sem Fronteiras pelo Mundo… (Bilíngue Português – Inglês), na versão em Braille, Antologia Madalena’s em Prosa e Verso (Bilíngue Português – Francês) e Antologia Madre Terra (Bilíngue Português-Italiano). E, ainda, doações de livros para a Biblioteca da Academia de Letras e Artes do Ceará (ALACE), coquetel, almoço e jantar para integração social com trocas de livros, plaquetas, cordéis, jornais, revistas, CDs, DVDs, etc.

WhatsApp-Image-20160618 (2)

Em Mossoró, a programação começou com o Roteiro Turístico do Cangaço.

A recepção foi do Acadêmico Dr. Milton Marques de Medeiros, que presidiu os trabalhos. Os pronunciamentos foram feitos por Elder Heronildes da Silva – Presidente da Academia Mossoroense de Letras (AMOL), e por Diógenes da Cunha Lima – Presidente da Academia Norteriograndense de Letras (ANL).

Se apresentaram na oportunidade o Coral da Academia de Ciências Jurídicas e Sociais (ACJUS), apresentando a “Canção para Mossoró”, performance teatral, houve ainda, lançamentos das antologias literárias e catálogo artístico, Exposição de Artes Plásticas, conferências, rodada poética, doação de livros para a Biblioteca Ney Pontes Duarte, troca de livros, plaquetas, CDs, jornais, revistas, etc. Além da apresentação do Projeto da Ascrim (Lançamento da Plaqueta para produção do filme sobre o Cangaço) e doação de tela para a Fundação Vingt-un Rosado.

Na parte social, houve visita à Salina São Camilo de Lélis e Museu do Sertão. Na Praça de Eventos, teve apresentação de Quadrilhas de Festa Junina, apresentação artística teatral “Chuva de Bala no País de Mossoró” e visita à “Cidadela”, para comemoração do aniversário da Editora Geral do Jornal Sem Fronteiras, Dyandreia Portugal.

WhatsApp-Image-20160619 (3)

WhatsApp-Image-20160619 (2)

WhatsApp-Image-20160619 (1)

WhatsApp-Image-20160618 (1)

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *