Mossoroense é eleita para Academia Norte-rio-grandense de Letras (ANL)

A Mossoroense Isaura Amélia de Sousa Rosado Maia foi eleita para Academia Norte-rio-grandense de Letras (ANL).

A professora Isaura estava concorrendo para a cadeira nº 32 que tem como patrono Francisco Fausto e como fundador Tércio Rosado. A referida cadeira foi ocupada pelo professor João Batista Cascudo Rodrigues e, por último, pelo ex-governador Geraldo Melo, falecido em março deste ano.

A eleição aconteceu ontem e o resultado final teve Isaura Amélia com 24 votos favoráveis contra 15 votos da escritora e jornalista Josimey Costa.

Isaura Amélia de Sousa Rosado Maia é licenciada em Ciências Sociais pela Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (UERN), é mestre em Educação pela Universidade Federal do Ceará (UFCE) e doutora em Sociologia da Educação pela Universidad de Salamanca (Espanha).

Ela foi Diretora-Presidente da Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte (FAPERN), diretora da Fundação José Augusto e Secretária da Cultura de Mossoró, atuando nas áreas de educação, cultura, sociologia, ciência e tecnologia, além de colaborar com as ações da instituição Amigos da Pinacoteca do Estado.

Tem várias obras publicada pela Coleção Mossoroense com destaque para a obra “Isaura Amélia: Coleção de Arte” que mostra ensaios, estudos críticos sobre a arte e os os mais diversos artistas potiguares, desde o xilógrafo João da Escóssia (1873-1919), o fotógrafo Manuelito (1919-1980), Marieta Lima (1912-2013), Ivan Lima (1932), Maria Ivanilde de Lima (1934), Varela (1941-2005), Joseph Boulier (1951-2004) e outros mais.

Em 2019 a professora Isaura Amélia foi homenageada pela Fundação Vingt-un Rosado pelos relevantes serviços prestados pela professora Isaura e zelo incondicional à Coleção Mossoroense, demonstrando lealdade e apreço ao legado deixado por Vingt-un Rosado.

Vingt-un era membro da ANL, cadeira 38, que tinha como patrono Luiz Antônio. Após o falecimento de Vingt-un, quem ocupou a cadeira foi o advogado, professor universitário e magistrado brasileiro, José Augusto Delgado.