Colaborador da Fundação Vingt-un Rosado apresentou trabalho autorial no Dia Nacional da Poesia

O colaborador da Fundação Vingt-un Rosado, Maurílio Carneiro, apresentou trabalho autorial no Dia Nacional da Poesia.

O evento aconteceu no último dia 14, no Rust Café durante as comemorações do Dia Nacional da Poesia. O evento foi realizado pela POEMA, CONFRARIA LETRAS POÉTICAS, POIESIS E RUST CAFÉ, com apoio da Cachaça Pátria Amada, Isolda Dantas, vereador Flavinho, Governo do Estado do Rio Grande do Norte e Fundação José Augusto.  A coordenação ficou a cargo do poeta e escritor Caio César Muniz.

Maurílio Carneiro tem dado uma significativa contribuição para a Fundação manter-se em funcionamento. Ao lado de Eriberto Monteiro, ele tem sido responsável por recuperar a Coleção Mossoroense.

A poesia apresentada´uma crítica politica a atual situação brasileira. O texto participou do concurso “Poesia de Guardanapo”, vencido pela poetisa Priscila Oliveira.

A Fundação Vingt-un Rosado premiou a Priscila Oliveira com 10 obras da Coleção Mossoroense. A premiação foi entregue pelo atual editor da Coleção Mossoroense, o escritor e pesquisador Eriberto Monteiro.

O concurso foi aberto com a participação de vários concorrentes utilizando pseudônimos. Concorreu quem produziu, num período estipulado pela comissão organizadora, uma curta poesia escrita num guardanapo. O concurso contou com a participação de 5 jurados que escolheu a poesia de Priscila Oliveira a melhor entre todas as poesias concorrentes.

Durante o evento, vários poetas e artistas fizeram apresentações, homenagens aos agentes culturais que contribuíram com o crescimento e fortalecimento da cultura como Clarice Lispector, Silvana Alves, Pedro Melo e Vingt-un Rosado, além do lançamento do livro Essência do meu amor”, da escritora e poetisa Yáscara Sâmara.

Na declamação da sua poesia, Maurílio Carneiro deu ênfase ao seu texto, mostrando indignação ao momento politico brasileiro.