Tributo a Dix-sept Rosado – Um pouco da história da biblioteca municipal de Mossoró

Dix-sept Rosado, um bravo

De alma pura e varonil

Lutou pelo seu Estado

E lutou pelo Brasil

No tributo ao seu valor

Ele nunca esteve só

Pelos filhos e glória

Na sua Terra, Mossoró

 

Em 1948

Vingt-un Rosado idealizou

Uma biblioteca pública

Ideia que seu irmão aprovou

E o Decreto executivo 4

Dix-sept Rosado, prefeito criou

Biblioteca municipal

Mossoró comemorou

 

Uma comissão foi formada

Liderada por Vingt-un Rosado

José Ferreira, Rafael Negreiros,

João Damasceno, José Romualdo

Uma luta do povo, para o povo

Companheiros foram engajados

O mutirão de Dix-huit

2 mil livros foram doados

 

A inauguração se deu

Em setembro do mesmo ano

Dia 30, Clube Ipiranga

Já estava nos seus planos

Como a primeira sede

Que se seguiu como um cigano

Mais 5 sedes pela cidade

Educando o ser humano

 

Um Decreto de 96

Uma saga comovente

Homenagem a Ney Pontes Duarte

Um soldado que foi servente

Acultura da sua cidade

Atitude subsequente

Engrandecendo a biblioteca

Enriquecendo literalmente

 

Poesia de Eriberto Monteiro