Poesia Slam cresce em Mossoró e poderá ganhar oficinas em escolas locais

Um grande movimento poético tem crescido bastante no nosso meio: Poetry Slam (Poesia Slam) e já tem uma programação efetiva para quem deseja participar ou conhecer.

Na verdade, a Poetry Slam é um “novo jeito” de fazer poesia que já atingiu pelo menos, 500 comunidades espalhadas por inúmeros países como Irlanda, Inglaterra, Itália, Austrália, Zimbábue, Madagascar, Israel, Singapura, Polônia dentre outros. As maiores comunidades fora dos Estados Unidos estão na França e na Alemanha. No Brasil já completou 10 anos

Este estilo poético é uma competição em que poetas leem ou recitam um trabalho original (per

formance autorais) de até três minutos. O tema é sempre livre. É Preciso levar três poemas para disputar. As performances são, em seguida, julgadas por membros selecionados da plateia ou então por uma comissão de jurados. Geralmente, as notas vão de zero a dez. São cinco jurados do público. Corta-se a maior a e menor nota e vai eliminando cada conforme as notas, até definir o campeão da etapa. Esta competição acontece em níveis local, estadual, nacional e mundial. Durante a apresentação, os slammers (como são conhecidos os poetas deste estilo) não podem utilizar instrumentais ou acessórios. É apenas o poeta e o microfone. Pelo que consta, a Poesia Slam seria algo como “Batida de Poesia”, “Batalha de Poesia”.

A primeira edição da Poesia Slam que aconteceu em Mossoró, foi em dezembro de 2017. O evento foi promovido pelo rapper e poeta mossoroense Carlos Guerra Júnior. Ele mora em Portugal e já foi finalista do campeonato português de Slam, em 2017. Inclusive, Carlos Guerra é conhecido no exterior pelo codinome Mossoró. Segundo a organização do evento, o reconhecimento e o sucesso estão acontecendo,

pois “durante as duas edições que aconteceram contaram com um público de cerca de 200 pessoas e 15 poetas inscritos por edição”.

Um dos slammers que tem se destacado é Lucas Rafael, também conhecido como Lucas professor. Ele foi o campeão da primeira edição da Poesia Slam Mossoró recebendo excelentes notas. O mesmo representou o Estado na etapa nacional, em São Paulo.

Lucas Súllivam, pesquisador, coordenador e colaborador da equipe Slam Mossoró, conta sobre a participação da Slam em vários eventos. “Fomos convidados para eventos na Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), da Universidade Estadual do Rio Grande do Norte (UERN), Colégio Diocesano de Santa Luzia e Universidade Federal do Semiárido (UFERSA)”.

Ele ainda conta que, “depois da primeira edição do Slam, ficou à frente da organização do evento em Mossoró ao lado de Luan Alves (Caboco) e que vários nomes se destacam no cenário regional como: Scape, Levi, Douglas, Pedro Savant, Stanley. Todos eles fazem música rap, além do Slam e tem músicas no youtube”.

Lucas Súllivam apresentou uma vasta informação sobre as atividades do Slam Mossoró. Assim, reproduzimos este fantástico mundo da poesia Slam, contada pelo  Assim nos conta Lucas que “o Slam Mossoró é um evento artístico de iniciativa independente, sem vínculo organizacional, sem fins lucrativos, sem fins político-partidários. Em nossa cidade o evento é realizado mensalmente, pelo Grupo Cultural e Educativo Slam Mossoró, composto por poetas, poetisas e rappers da cidade de Mossoró/RN e seus jovens produtores culturais, também da cidade. este movimento conta ainda com a assessoria voluntária de pesquisadoras doutoras da Universidade do Estado do Rio Grande do Norte. Portanto o Slam trata-se de uma competição de performance e poesia falada por jovens artistas de rua, com textos autorais, que visa estimular a escrita criativa e a cultura regional em diversos aspectos. O evento está ligado a uma rede nacional e internacional de slammers e além disso, o nosso trabalho organizacional tem sido acompanhado de perto pela organização nacional, para quem enviamos relatório de atividades. Deste modo, o Slam também se caracteriza como um espaço de encontro de práticas performáticas juvenis através da poesia, em formato de batalhas e festival, com campeonato municipal e classificatórias para etapas estaduais, regionais, nacional e internacional. Vale ressaltar que o Slam Mossoró 2019, além do evento municipal, sediará a edição a final a nível estadual, recebendo finalistas campeões e campeãs de outras cidades do Rio Grande do Norte. A articulação do Slam em nível de Mossoró/RN em 2019 adotou a estética de edições temáticas a datas comemorativas alusivas as pautas de movimentos identitários, com destaque nas categorias juventude, gênero, etnias, arte, cultura e direitos humanos, incentivando a reflexão crítica a partir de questões sociais emergentes em nossa vida prática, sempre iniciando com uma palestra em formato de roda de conversa, com pesquisadora/es e/ou artistas populares, sequenciada pelas apresentações da competição de performance e poesia falada por jovens artistas de rua, com constituição de bancada de jure para as batidas de poesia”.

A Fundação Vingt-un Rosado estuda a possibilidade de apoio à poesia Slam e abrir oficinas de Slam em escolas locais. As conversas estão bastante adiantadas com o slammer vittorpoeta que nos procurou e idealizou a implantação.

Para conhecer mais sobre a programação do Slam Mossoró, o internauta poderá acessar https://www.facebook.com/slammossoro/

Também separamos um vídeo de apresentação do poeta Lucas Professor em São Paulo que o internauta poderá ter acesso através do site https://www.youtube.com/watch?v=CNlNW0Ht-XU&t=6s