Companheira de Vingt-un faleceu na mesma data do falecimento dele

AMERICA

Companheira até depois da morte, a professora América Fernandes Rosado Maia, esposa de Vingt-un Rosado faleceu 4 anos após a morte do seu amigo e companheiro de tantas horas (02/12/2009). O próprio professor Vingt-un apaixonado, costumava dizer que “descobriu a América em Minas Gerais” fazendo referência a sua esposa, dona América Rosado, sua companheira por 58 anos.

Do enlace matrimonial acontecido dia 25 de setembro de 1947, em São Paulo, nasceram os filhos: Maria Lúcia Fernandes Rosado do Amaral, Jerônimo Dix-sept Rosado Maia Sobrinho, Lúcia Helena Rosado da Escóssia, Isaura Ester Fernandes Rosado Rolim e Leila Rosado de Medeiros.

Depois da perda de Vingt-un, América passou por momentos de tristeza imensa. Ela mesma contava que o segredo da sua alegria de tão longa convivência estava no tratamento carinhoso, afetivo e ao amor que existia entre ela e Vingt-un. Ainda informa que se sentia completa com ele, pois tinham ideais e valores semelhantes.

Uma das provas do sacrifício mútuo, um dos sonhos do casal era conhecer a Europa e realizar algumas viagens. Mas dona América informou que “não foi possível realizar em face da dedicação máxima de Vingt-un a sua obra cultural”. Dona América ainda completava dizendo que, a luta de Vingt-un, também era a sua luta.

América Foi uma das idealizadoras da Fundação Vingt-un Rosado no dia 06 de abril de 1995, exatamente quando a Coleção passava por uma dificuldade imensa para manter-se.

Sua paixão, além das ações pelo marido, nas suas palavras quando dizia: “Se todos seguissem o exemplo de Vingt-un teríamos um mundo muito melhor, um mundo diferente”.

O mundo ficou mais vazio sem estas duas importantes personalidades culturais. Para alguns,coincidência,mas nos Exatos quatro anos depois da morte de Vingt-un, em 21 de dezembro de 2009, morria dona América Fernandes Rosado Maia. Foi como se tivesse escolhido o dia 21 de dezembro para a sua morte. Seu corpo foi sepultado em Mossoró, a terra que tanto amou.

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *